2.1.09

DIA 2 - LONDRINA - FOZ DO IGUAÇU - 544 km

Acordei 6 horas para tomar café e arrumar a mochila de volta na moto. Preciso agilizar esse processo, só saí às 8 da manhã. :/

O hotel que eu havia reservado em Londrina foi o Hotel Thomasi. Muito parecido com o Ibis, inclusive com aquele papo de salvar o mundo deixando de lavar as toalhas todos os dias. Comigo isso não funciona. Toalha é uma por dia, ou então baixa o preço.

Diária de R$ 74,00 para uma pessoa. Para duas pessoas a diferença era mínima, se não me engano R$ 78,00 ou algo assim. Quem viaja sozinho só se ferra mesmo.

Ok. Peguei a estrada com uma leve chuva. Mas logo a chuva sumiu até chegar em Foz. Aqui o mundo desabou em água. Conseguiu molhar o que os outros 1700 km anteriores não conseguiram. E o pior, disseram-me que fazia uns 3 meses que não chovia em Foz. Eu mereço. O asfalto parecia sabão.

Amanhã é dia de ir no Paraguai comprar bugigangas e procurar outra luva. A minhã me torrou a paciência (marca Joe Rocket). Também vou ver se acho um tank-bag ou mala tanque. Bobiei e não comprei antes. Se terminar cedo, vou me mandar pra Argentina amanhã mesmo. Alterando o roteiro pré-definido (primeira alteração de muitas, imagino).


À partir de amanhã vou tirar mais fotos. O trecho que eu já passei vou passar novamente na volta, então deixei para tirar fotos dele depois. Essa daí é próximo à Maringá. Muitas plantações de soja e milho. De moto dá pra sentir o cheiro... :-)


PEDÁGIOS
Na estrada em SP (não na Anhaguera) e aqui no Paraná moto paga pedágio. Em SP era R$ 1,30, valor que me fazia pensar se o meu esforço de tirar a luva e procurar o dinheiro era mais valioso que isso. Maldita hora que pensei nisso. No Paraná alguns pedágios cobram R$ 4,60 por moto. Absurdo!!!! E a concessionária VIAPAR ainda coloca umas meninas simpáticas nos caixas para tentar aplacar a fúria do cidadão, puxando conversa sobre a viagem e tal. O tempo que eu levo para tirar a luva, procurar o porta-grana, procurar dinheiro, pagar, guardar o troco, por a luva novamente, é suficiente para explicar quase todo o roteiro da viagem para elas! (risos) E os carros atrás que esperem. Não gostou, faça campanha para acabar com o pedágio de motos. Nesses papos descobri que vários outros motociclistas passaram pelas praças de pedágio sozinhos, indo para o Chile. Que bom, não sou o único doido!


CONSUMO
O consumo da moto não está nada bom. Mantendo 130, 140 (velocidade do GPS) ficou em pífios 15 km/l. Hoje, mantendo 120, 130 melhorou para 17 km/h. Mas aproveitei para alterar o CO pelo painel da XT. Passei de 0 para -3. Para entender melhor o que é isso aconselho a ler tópicos sobre o assunto no site do Clube XT600. Amanhã vou alterar de novo para ver se consigo algum ganho mais significativo.

Lembro que antes de trocar o óleo e filtros o consumo, mantendo 120 km/h, estava em 20 por litro. Vai entender...

ÚTIL:
Hotel Thomasi, Londrina-PR:
S 23° 18.035'
W 051° 11.077'

DADOS DO DIA:
Tempo em movimento: 5h 40m
Tempo parado: 1h 29m
Média geral: 75,6km/h (inclui tempo parado)
Odômetro: 544,15 km

9 comentários:

Anônimo disse...

Evandro, bem vindo ao Paraná. Sou de Maringá e estou acompanhando sua viagem pois vou fazer uma praticamente identica em Fevereiro com um XT660. Hoje acordei cedo para dar umas voltas de moto para testar minha nova bota, queria tomar chuva pra ver se molhava ou não...daí fiquei te esperando no posto da Policia Rodoviária logo na entrada de Maringá, mas cheguei lá às 7h20 e te esperei até às 8hs !!!..pensei, ele perdeu a hora..rsrsrs....mas tudo bem, Brasilia/Londrina foi cansativo mesmo. Boa viagem e boa sorte. Abraços.

André Martins
andreatlanta@hotmail.com
Maringá/PR

Evandro disse...

André, saí de Londrina por volta de 8 horas. Ainda estou pegando o jeito de arrumar as tralhas na moto de maneira rápida!
Qualquer coisa é só falar! Abraço!

thiago disse...

Salve Gadz, aqui em SP que eu me lembre somente a DUTRA cobrava pedágio de motocicleta... mas já havia alguns planos de expandir essas cobrança pra demais rodovias, pelo jeito já colocaram em prática.

Paranázão, é lindo mesmo e as pessoas são muito cativantes, se você reparou alí naquela estrada depois de Santa Tereza D'oeste até perto de Medianeira, o pessoal plantou soja até na via lateral que o governo começou a abrir para expansão da pista hehehe...

No paraguay, você vai notar como a situação tá feia, dóllar alto e muitas lojas fechadas, mas não esqueça de passar na Casa China....

Abraço e boa viagem
Calvin

Cris Benetton disse...

É isso aí, cunhado...
Vai dar tudo certo...
Será uma viagem maravilhosa... Acompanharei o blog...
Deus abençoe,
Namastê,

Cris
(^-^)

Amadeo disse...

Marcando presença para prestigiar o blog! Ta ótimo mesmo, parabéns Gadz.
Putz entendo perfeitamente o esquema das luvas, quando vou colocar gasolina é quase a mesma novela, e eu já acho um saco... Imagina entao ter que ficar parando obrigatoriamente para ser assaltado por pedágios exploradores que fazem uso de moças delicadas e dissimuladas para tranqüilizar o pobre “homem que anda de moto” (segundo você, visto que não é motoqueiro nem motociclista hahaha).
Continue com a boa e SEGURA viajem.

runescape money disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
常州升级 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vantuir disse...

Grande Evandro!

Estou acompanhando sua viagem. Muito bom o relato. Estou na garupa.
Nao sabia esses problemas de cartao de credito na Argentina.
Boa viagem amigo e mande noticias.

Vantuir

sticker disse...

You these things, I have read twice, for me, this is a relatively rare phenomenon!
handmade jewelry